Muitas famílias de alto poder aquisitivo fazem filantropia e doam recursos para OSCs e projetos sociais, ambientais e culturais. Algumas delas, inclusive, estabelecem fundações ou institutos por meio dos quais fazem a operação e a gestão de suas ações filantrópicas.

Apesar de quase a totalidade dessas famílias serem empresárias, a filantropia que fazem no universo pessoal difere bastante daquela realizada pelas empresas. 

O Censo GIFE, que traça o perfil dos investidores sociais, mostra que as organizações filantrópicas familiares são as mais jovens em sua base de dados. Isso aponta para um movimento de criação de novas instituições, o que é muito bom. Porém, elas ainda doam pouco. Em 2021, as fundações e institutos familiares representavam 20% dos respondentes, mas haviam contribuído somente com 7% do total doado naquele ano. 

Entretanto, famílias têm uma grande vantagem: uma liberdade muito maior para escolher as causas apoiadas, já que não há necessidade de alinhamento ao negócio e também não há o risco de algum projeto “manchar” a imagem de uma empresa. 

Isso quer dizer que organizações e projetos ligados a causas polêmicas têm maior probabilidade de obter apoio junto a famílias do que a empresas. 

Famílias e institutos e fundações familiares podem ter orçamentos mais flexíveis porque não dependem de tantas aprovações de conselhos, sócios etc. E podem mudar de ideia sem maiores dificuldades – tanto para doar mais, como para doar menos. Ou para adotar uma nova causa e desistir da outra. 

Isso quer dizer que, às vezes, vale a pena tentar conquistar uma família para uma nova causa, mas será um trabalho de convencimento que vai exigir muito preparo.

Se você quiser conhecer as fundações e institutos familiares que fazem parte do Gife, basta acessar este link e selecionar ‘Fundação/Instituto Familiar’. Lá você também obter diversas informações, inclusive em quais causas atuam.

Aqui no Brasil, não temos muito conteúdo publicado para orientar o captador que quer mobilizar recursos junto a família e institutos e fundações familiares. Mas se você se interessou por esse tipo de doador, vale a pena dar uma lida no “Guia de Tendências e Práticas do Investimento Social Familiar”, produzido pelo Gife:

Saber mais sobre Famílias / Institutos e Fundações Familiares

Grafismo

Conteúdos que podem acrescentar na reflexão:

Para ter acesso a recursos de famílias, fundações e institutos familiares você pode usar as estratégias abaixo.

Se quiser saber mais sobre a estratégia, é só clicar nela.

Reunião de pedido de apoio

Nascer • 3 de fev de 2023

Porém, mesmo encabeçando a lista das estratégias menos complexas, pedir apoio em reuniões com doadores exige bastante preparação. A primeira definição é com...

Acessar conteúdo

Editais

AMICD • 23 de fev de 2023

Vamos classificar os editais em três categorias: Editais são excelentes fontes de recursos, até mesmo porque muitos se repetem anualmente. Mas para conseguir...

Acessar conteúdo

Eventos (presenciais, virtuais e híbridos)

AMICD • 9 de mar de 2023

Alguns formatos comuns de eventos de captação: O clássico – O modelo mais clássico de evento de captação é aquele no qual se...

Acessar conteúdo

Venda de produtos

AMICD • 9 de mar de 2023

A captação por meio da venda de produtos tem a vantagem de gerar recursos livres, não atrelados a projetos específicos e que podem...

Acessar conteúdo

Prestação de serviços

AMICD • 9 de mar de 2023

Mobilizar recursos vendendo serviços tira a organização do ciclo de captação por projeto e permite mais flexibilidade no uso do dinheiro. O risco...

Acessar conteúdo

Fundo Patrimonial

AMICD • 9 de mar de 2023

No Brasil, a cultura de fundo patrimonial ainda é relativamente recente. Mas no exterior, especialmente Estados Unidos e Inglaterra, muitas organizações sustentam seu...

Acessar conteúdo

Sabe de algum conteúdo que deveria estar no Guia?

Contribua com a sua indicação e nos ajude a fazer um guia mais completo, diverso e interessante.

Indique aqui

Compartilhe nas redes sociais

O que você achou deste conteúdo?

Avalie o conteúdo e comente sua opinião sobre o conteúdo.
(necessário fazer login).

Conteúdos relacionados na Plataforma Conjunta

8 princípios da Comunicação de Causas

Equipe Conjunta • 2 de fev de 2023

Confira o infográfico com 8 dicas fundamentais para comunicação de causas que podem ser aplicados no dia a dia das organizações da sociedade...

3
(1)
0
Acessar conteúdo Favoritar

Minicartilha jurídica: estatutos e atas (Pt. 1)

Equipe Conjunta • 21 de dez de 2022

Conheça o capítulo da Coleção Caminhos de Estatutos e Atas para o desenvolvimento de uma Organização da Sociedade Civil.

0
(0)
0
Acessar conteúdo Favoritar

Caderno de comunicação para o ativismo

Equipe Conjunta • 22 de dez de 2022

Guia de como desenvolver o seu Plano de Comunicação através do papel da comunicação, objetivos, público alvo, canais de comunicação, táticas, monitoramento e...

5
(1)
0
Acessar conteúdo Favoritar

Sabe de algum conteúdo que deveria estar na Plataforma Conjunta?

Contribua com a sua indicação e nos ajude a fazer um site mais completo, diverso e interessante.

Indique aqui Grafismo

Receba as principais informações de gestão para sua ONG.

Nossa News é para gestores, lideranças, pessoas que atuam nas organizações e gostariam de melhorar áreas como comunicação, finanças, jurídica, monitoramento avaliação, captação de recursos entre outras. Além disso, você ficará por dentro de novidades e oportunidades do Terceiro Setor.

    Conteúdos Jornadas formativas
    (Em construção)
    Recursos Financeiros
    (Em construção)